Rede Sinal

Hackers também tentaram invadir o celular de Raquel Dodge

A procuradora-geral da República Raquel Dodge, afirmou que em maio deste ano, houve uma tentativa de invasão ao seu aparelho de celular funcional.

Nesta quinta-feira, 25 de julho, foram reveladas novas vítimas dos hackers que invadiram celulares de diversas autoridades brasileiras, entre elas o ex-juiz e atual ministro da Segurança Sérgio Moro, e o procurador-geral de justiça, Deltan Dallagnol, da operação Lava Jato.

Agora, outros nomes de autoridades do legislativo, judiciário e executivo que foram vítimas dos invasores, foram revelados.

O presidente da república, Jair Bolsonaro (PSL), o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a procuradora-geral da república, Raquel Dodge, se pronunciaram afirmando também terem sido vítimas dos hackers. Em todos os ataques, entretanto, os criminosos cibernéticos não tiveram êxito na ação.

A procuradora-geral da República Raquel Dodge, afirmou que em maio deste ano, houve uma tentativa de invasão ao seu aparelho de celular funcional. Entretanto, ainda segundo ela, o crime de invasão não foi consumado devido o serviço de caixa postal da linha não estar ativo no momento.

Os invasores precisavam que o serviço de caixa postal da linha estivesse ativo. Pois era através dele que os invasores conseguiam obter o código de verificação para reinstalação do aplicativo Telegran. Para, assim, conseguirem informações pessoais das vítimas.

Comments

comments

Comentar essa notícia